Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

DR. LAIR RIBEIRO, A PALESTRA E O PRESENTE EM CORNELIO


                      Crédito da foto: www.panoramio.com/photo/472576

    Vida de bancário tem essa de às vezes a gente ter que juntar a família e mudar de cidade, o que não é meu forte.   Eu diria que é quase genético meu jeito de ancorar num lugar e procurar crescer por lá mesmo, apesar de saber que não passo mais dos 1,70 metros.   Um belo dia, estávamos morando em Cornélio Procópio, onde permanecemos por um ano.   Foi um período meio desajeitado, pelo fato de que eu trabalhava em Santo Antonio da Platina, distante 90 km.de Cornélio, mas fomos morar nesta última porque uma das filhas passou no teste para cursar o nível médio no CEFET Centro Federal de Educação Tecnológica, onde ela cursou um ano e fez um punhado de amigos que permaneceram.    E eu também tenho alguns amigos que fizemos por lá.    Um belo dia, fico sabendo que o Dr.Lair Ribeiro, médico de renome, especialista em Neurolinguística, com uma pá de livros publicados, ia dar uma palestra no clube da cidade.    Tratamos de reservar nossos ingressos com boa antecedência e no dia marcado, estávamos lá no clube lotado.    Na entrada do palestrante, houve um aparato de som e luz no palco para receber o ilustre palestrante.
     Eu, como de costume, anotei a síntese da fala dele e coloquei no word e guardo com carinho e muitas vezes repasso aos amigos.   Para mim, o ponto alto da fala dele que eu guardo mais se referia ao perdão.   Ele disse que o perdão, além de ser algo essencial dentro da fé cristã, é também uma questão de inteligência. Perdoar de fato é tirar um fardo dos ombros e assim viver liberto, mais leve e feliz.   
     Ao final da palestra, a comunidade tinha um presente, uma lembrança para o doutor Lair.     Quando fizeram a entrega, eu tive a idéia de dizer aos da família que estavam ali presentes:   dentro desse pacote, só pode ter uma pequena estatueta do Cristo, réplica da estátua do Cristo que reina soberana no local mais alto da cidade, para todo mundo ver.    Eis que o homem abre o presente e não deu outra.   Uma bela estatueta do Cristo.    Rimos com o acontecido e voltamos para casa com a certeza de que o ensinamento do dia foi muito bom para nós todos.  Valeu a pena e valeu muito.    Seria o caso até de pegar logo um livro dele para dar uma lida, que deve ter muita coisa boa.     








           

Um comentário:

  1. realmente eu tenho várias lembranças desta palestra. estava mesmo lotado, e foi mto interessante. o que pra mim ficou mais marcado foi aquelas coisas dos movimentos dos olhos e o q estamos pensando. foi bem interessante!
    bjsss

    ResponderExcluir