Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

quinta-feira, 31 de julho de 2014

RESENHA DA PALESTRA MÉDICA SOBRE AVC (DERRAME)



     Anotações feitas pelo Eng.Agr.Orlando Lisboa de Almeida
                  orlando_lisboa@terra.com.br

     A palestra foi proferida pelo Médico Neurologista Dr  João Rafael Sabbag do Hospital Evangélico de Curitiba no dia 29-07-14 no Rotary Club Curitiba Bom Retiro.
    
     AVC Acidente Vascular Cerebral.      Na tela de abertura da explanação já aparece uma frase de impacto e alerta:  “Uma em seis pessoas no mundo terá AVC em sua vida.   Esta pessoa pode ser você”.
     O AVC é a principal causa de óbito no Brasil e de afastamento do trabalho, via INSS.     Dia 29-10-2012 foi o Dia Mundial do AVC.   O símbolo da campanha tem a cor Azul.
     A doença tira a independência da pessoa, dependendo do grau das seqüelas.
     Dos AVC, 85% são tipo Isquêmico e 15% do tipo hemorrágico.
     No Brasil, 50% dos AVC ocorrem acima dos 75 anos de idade das pessoas.
     Em termos mundiais, o AVC é a segunda causa de óbito.
     A taxa de letalidade da doença está entre 10 e 55%.
     No Brasil, base 2010, morreram 100.000 pessoas de AVC.   No Brasil as mortes por AVC e infarto estão aproximadamente na mesma proporção.
     O AVC isquêmico é decorrente de obstrução de veia/artéria   (é o mais freqüente).
     No caso da mulher, a combinação de anticoncepcional associado ao tabagismo, aumenta o risco de AVC em vinte vezes.
     No Brasil, 40% dos afastamentos do trabalho (via INSS) por incapacidade física é decorrente do AVC.
      Controlar a pressão sanguínea é muito importante para prevenir.
     Controlar a diabetes também é importante.
     Colesterol alto – gordura no sangue – risco de AVC
     Tabagismo – o cigarro é nocivo à saúde e aumenta risco de AVC, assim como o alcoolismo.
     O palestrante disse que um tratamento para deixar de fumar é 20 vezes mais barato do que acudir a saúde da pessoa fumante nos casos de doenças associadas ao vício.
     Obesidade – também predispõe a pessoa ao risco de AVC.
     Exercício físico regular ajuda a pessoa a se prevenir de doenças em geral e do AVC em particular.
     Evitar excesso de sal e gorduras na alimentação do dia-a-dia.
     Fazer exames médicos regulares também é um “santo remédio” – prevenir.
     Em caso de suspeita do AVC, levar a pessoa afetada o mais urgente possível em busca de atendimento médico.
     Uns testes que a pessoa pode fazer junto à pessoa suspeita de estar na ocorrência de um AVC:      (geralmente os sintomas incluem forte e repentina dor de cabeça)
     SAMU
     S – sorria.     Ver se a pessoa consegue articular os lábios corretamente.
     A – abrace -   Ver se a pessoa consegue erguer os braços – dar um abraço (coordenação motora) – perda súbita da força muscular.
     M – música – ver se a pessoa consegue falar e entender o que o outro lhe fala.
     U – urgente -   chamar o socorro se for o caso.          SAMU 192
     Aja rápido.   Tempo perdido é cérebro perdido.
     Em alguma situação, o prosaico medicamento AAS ácido acetil salicílico pode ser um auxiliar em questão circulatória.   Sempre com orientação médica.

     No caso de suspeita de AVC, não alimentar a pessoa pois nesse caso pode haver bronco aspiração e complicar a recuperação do paciente.  (alimento ir para as vias respiratórias).
     Remédio de uso em hospital para AVC isquêmico (o mais freqüente):   ACTILISE.
     O remédio visa desfazer o coágulo e a obstrução da circulação sanguínea no local afetado.
     Quando a pessoa tem mais de 80 anos de idade, em geral se coloca um cateter para colocar o medicamento (em dose menor) na região do coágulo.
     Há casos de AVC hemorrágico em que tende a inchar o cérebro e pode ser necessário abrir uma “janela” no osso craniano para o cérebro expandir o volume no momento da ocorrência.   Controlado o problema, se repõe o osso.
     Mensagem final:    EM CASO DE AVC – TEMPO É CÉREBRO.

     Espero ter entendido de forma adequada o que foi repassado e eventuais pisadas na bola de minha parte, leigo que sou, peço desculpa.



     

sábado, 19 de julho de 2014

SOBRE A HOSPEDAGEM DOS ALEMÃES NA BAHIA E O LEGADO


Na verdade, falar da Copa já é coisa meio do passado, mesmo que recente. Mas o que eu colocaria abaixo é uma boa dose de desapontamento com "notícias" que viram verdade e se espalham como febre pelo Face e que se colocarmos um pouco mais de luz na questão, vamos ver que podem NÃO SER VERDADEIRAS. Então vejamos: Diziam que os alemães optaram por eles mesmos contruirem um centro de treinamento (numa praia da Bahia) e que ao partirem, o tal centro com sua estrutura ficaria para a comunidade local. Falavam que o ponto alto da estrutura envolvia uma Escola e campo de futebol. O OUTRO LADO - Vou falar baseado em artigo da Folha de SP que enviou para lá um reporter que fez as averiguações e depois fez a reportagem na página D2 do dia 18-07-14 com o título: DÍVIDA AMEAÇA RESORT NA BA QUE HOSPEDOU SELEÇÃO ALEMÃ. Vou abaixo passar o link da íntegra da matéria. Mas já adianto alguma coisa:
1 - A obra é de dois empresários alemães que aqui vivem e não foi doada para ninguém;
2 - Nada de Escola para a comunidade - é um Resort
3 - Convenceram os alemães a lá se hospedarem como truque de marketing
4 - Lá é uma APA - área de preservação ambiental. Para lá construir tem que pagar taxa de compensação ambiental. Consta que a promotoria está cobrando a taxa que não teria ainda sendo paga.
5 - Tem também rolo com obras de arte entre o Resort e a lei.
Conclusão. Infelizmente é comum se partir do "nada" e o pessoal espalhar pelas redes sociais informações sem FONTE adequada e uma mentira enganar meio mundo. O reparo da mentira não vai chegar nem a 0,00000001% dos que leram a mentira.


Curitiba PR, 19 de julho de 2014     orlando_lisboa@terra.com.br

Tenho um blog de resenhas de livros lidos    www.resenhaorlando.blogspot.com.br

sexta-feira, 11 de julho de 2014

BELO HORIZONTE (MG) É MAIS QUE COPA - CIDADE TURÍSTICA



            (a foto foi retirada do Google)
 
Um dia, não faz muito tempo, minha filha caçula ia prestar um concurso em BH e me convidou para acompanhá-la.   Fomos por via aérea, do Paraná a BH.    Já no caminho entre o aeroporto e a cidade, já vimos prédio projetado pelo Oscar Niemeyer.    Depois, fomos conhecer um pouco do campus da UFMG Univ.Federal de MG que tem bastante área jardinada, gramada.   Fomos  (de sábado a segunda feira - o concurso dela era no domingo) visitar a lagoa da Pampulha que é o Ibirapuera deles.   Ao lado do lago, várias obras de Oscar Niemeyer como a Casa da Dança, a Igreja de São Francisco e outras obras.    Fomos ao zoológico e o destaque foi ver um setor onde a empresa Furnas custeou a formação de um grande aquário com vários setores, sempre com peixes da fauna do Rio São Francisco.   Também estivemos no Bairro do Savazi (bairro chique deles) e lá visitamos um Shopping e nele jantamos.   Depois fomos ali perto do shopping para ver uma Torre (prédio com mirante) no alto do morro.   Chegamos ao local da Torre/mirante as 22.15 e esta tinha "fechado" as 22 h.   Mas no quarto andar da mesma  (que tem até um Hard Rock Café) conseguimos, de um restaurante chines, apreciar a paisagem noturna da cidade e fazer umas belas fotos.     Visitamos também o Mercado municipal que é imperdível.   Tem inclusive boteco onde fica apinhado de gente no corredor tomando cerveja em pé.   Achamos que valeu muito a pena o passeio.    Não deu para ver mais coisas de BH por falta de tempo, mas ainda conseguimos dar uma corridinha até Ouro Preto-MG para conhecer um pouco daquela famosa cidade histórica.   Nota dez.

orlando_lisboa@terra.com.br