Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

SOBRE MANCHETE DA FOLHA DE SÃO PAULO DE 10-02-2016 Machete Irrelevante

ENTRELINHAS DA MÍDIA IMPRESSA - FOLHA DE SÃO PAULO.
Na Folha de SP de hoje (10-02-16) a grande manchete em letra 36 mais ou menos, diz: EX-MINISTRO FEZ LOBBY PARA LIBERAR OBRAS, AFIRMA DELATOR
Essa chamada está na capa e diz que o delator da UTC disse que viu um e-mail em que o então Ministro do Trabalho (PDT) Manoel Dias teria feito articulação para solucionar uma parada em obra das empreiteiras no Porto no RS por conta de questões de condições de trabalho. Na matéria, uma frase literal: "Pessoa (UTC) não esclarece se o lobby deu certo. A fiscalização (do Ministério do Trabalho) continuou, irregularidades foram sanadas e as empresas assinaram termos de ajustamento de conduta." Já na página de Política A4, de 10-02-16, a matéria lança verbos e verbos por dois terços da página sobre o caso que teria sido citado num e-mail pelo delator. Pois bem. Normalmente a manchete do jornal, pelo que consta, versa sobre o que o jornal achou de mais Relevante no dia. Quem sou eu para atinar sobre relevância, mas posso dar um pitaco. No mesmo jornal, no mesmo dia há um artigo de 1/8 de página (contra digamos uma página inteira do tema do e-mail e o delator), uma matéria com o nome: MEA-CULPA TUCANO do articulista Bernardo Mello Franco. Cita declarações do atual lider do PSDB fazendo um mea culpa sobre as ações deles como oposição no ano passado, naquela do quanto pior melhor. Pois é. Será que isto não seria um caso de manchete? O maior partido de oposição, através do seu novo lider vir a público e dizer com suas próprias palavras que erraram de votar contra tudo naquela do quanto pior, melhor? Frases do lider do PSDB Antonio Imbassahy. "Cometemos algumas extravagâncias no ano passado. Foi uma coisa fora da nossa história, nós reconhecemos isso". Em outro trecho ele diz: "Não cabe à oposição fazer coisas malucas. Essas pautas eram corporativas e fisiológicas. Apoiá-las foi um erro danoso ao partido". Diante de tudo isso, acho que fica claro que essa admissão dos erros e a necessária correção de rumo dos tucanos (que esperamos que não fique só na prosa) seria a "natural" manchete da Folha de hoje ao meu modesto ver. Eng.Agr. Orlando Lisboa Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário