Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

sábado, 1 de outubro de 2011

BRASILEIRO SE RECICLANDO NA AUSTRÁLIA

                                 foto do site www.yesaustralia.com

          Dias atrás eu estava dando uma navegada por mares distantes.   Um bom leitor sabe que uma forma fácil, barata e segura de viajar é pegar um bom livro e ler.   Para quem gosta, é um prazer.     Hoje a TV e mesmo a internet tiram um pouco do tempo de lazer das pessoas, que fazem até exercícios de menos e socialização de fato, presencial, de menos também.    Estes são os dias de hoje e nos resta administrar nosso tempo não só de trabalho, como também de lazer e socialização.
      A viagem pela leitura tem virtudes muitas como já citamos, mas uma viagem de fato também é muito atrativa.    Tanto que eu tenho feito minhas viagens nas férias e alguns episódios desses tenho inclusive colocado neste blog.   Não há dúvida que no cenário internacional, alguns sonhos de consumo em termos de viagem de lazer incluem a grande Barreira de Corais que eu penso que é um dos maiores monumentos da natureza.   Tem também muralhas da China, Templos de Kioto, Terra Santa, Niagara Falls, Pirâmides do Egito, Monumentos da Grécia antiga e muito mais.
     Ando de tapas e beijos com um curso de Inglês (aos 61 anos) e um dos objetivos é ver se consigo fazer algumas viagens na nova fase como aposentado, que não está distante.    Por acaso, noto que principalmente estudantes do Brasil, quando querem fazer uma imersão no idioma Inglês num ambiente mais radical, por assim dizer, optam por lugares como a Austrália que fica numa faixa Tropical e por isso tem um clima assemelhado ao nosso, até certo ponto.    Lá é o berço do eucalipto que tão bem se aclimatou no Brasil.    Quem sabe, um dia uma esticadinha até a terra dos cangurus e muito, mas muito mais...

                                      orlando_lisboa@terra.com.br

2 comentários:

  1. Tinha esquecido de citar a bola da vez, no meu sonho de consumo que é Machu Picchu no Peru. (+As pirâmides do México...)

    ResponderExcluir
  2. Orlando, eu, já rodado, estudei ingles, na patria mãe do idioma. Fiquei um mês por lá, numa escola de estrangeiros. Eu gostei muito do sotaque deles. Considere esta opção, lá é a origem das raças hereford, sufolk, aberdeen ali perto. Abraço

    ResponderExcluir