Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

A CATEDRAL DE MARINGÁ COM ENFEITE DE LUZES


foto: Poliana Lisboa

     A nossa cidade de Maringá tem um ícone que se chama Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória, mais conhecida como Catedral de Maringá.    Eu até pensava que já tinha rabiscado no blog aqui sobre o nosso ícone, mas dando uma retrospectiva nos rabiscos, percebi que tinha passado batido.
     Nossa cidade data oficialmente de 1947 e até a a década de 50 tinha uma catedral pioneira feita de madeira.  Depois foi projetada a nossa Catedral atual que foi construída na década de 50 e por volta de 1958 estava sendo erguida.   O Bispo Dom Jaime, pelo que consta, teria se inspirado nas naves espaciais da série Sputnik da antiga URSS para o desenho da nossa Catedral, que ficou como uma nave pronta para decolar.     É um verdadeiro monumento de concreto com 111 metros de altura nas paredes e uma cruz no topo completando a altura de 124 metros.  
     Pelo plano urbanístico de Maringá, atrás da Catedral fica um bairro no qual não é permitido prédio alto e isso garante uma visão majestosa da mesma.     Se ao fundo se erguessem edifícios, estes iriam afetar a paisagem na qual reina soberana a Catedral.
     Por falar em Sputnik, consta que o nome do foguete dessa série (foram vários) em russo teria algo a ver com o símbolo de estar elevado da terra, para estar mais perto do Criador.    Razoável para inspirar uma Catedral.
     A Catedral tem dois cones, um externo e um interno e entre estes há várias dependências, inclusive uma escadaria helicoidal pela qual se chega quase ao topo do prédio.     Naquela área onde se enxergam pequenos quadriculados, são janelas pelas quais há uma vista privilegiada da nossa cidade com seu traçado feito na prancheta, avenidas amplas e os dois bosques na região central.      Pena que há algum tempo uma vistoria do Corpo de Bombeiros estabeleceu alguns requisitos de corrimão para as escadarias e proteção nas janelas para evitar que algum turista mais afoito (e sempre tem algum...) arrisque a vida.      Por isso, o acesso ao topo está interditado até que as obras sejam feitas.    Menos mal, que consegui subir os degraus todos e desfrutar a beleza da vista no conjunto de janelas que se espalham pelos 360 graus do prédio que é circular.
     Uma forma que poderia ser adotada para visitas seguras mesmo na condição atual:     Que as visitas só fossem liberadas em pequenos blocos de turistas, acompanhados por um guia treinado.    Assim os turistas poderiam fazer o passeio de forma segura, sem depredar nada e nem correr risco de cometer alguma imprudência.      
    O fato é que a Catedral tem a sua beleza reconhecida por todos daqui e por todos os turistas que por aqui passam e dão uma chegadinha lá, ao menos para as fotos.    Muitos que são católicos e têm tempo, também participam das missas, pois lá, acima de tudo é um templo em plena atividade.    Sou um dos inúmeros paroquianos da Catedral de Maringá.

3 comentários:

  1. a catedral realmente tem uma beleza incrivel!!! tb fui sortuda e já subi os sei-lá-quantos degraus para chegar no mirante lá em cima. vale a pena

    ResponderExcluir
  2. maringá minha eterna maringá....francosco galindo ... santa cruz do rio pardo s.p

    ResponderExcluir