Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

domingo, 20 de fevereiro de 2011

BIOGRAFIA DE CLARICE LISPECTOR - II

     Como simples leitor da Biografia de Clarice Lispector, seguem mais algumas frases que eu destaquei como marcantes na obra.   Isto tudo para mostrar que a escritora foi fora de série e merece ser lida com muita atenção.   
     Frase com comentário do crítico literário Milliet sobre uma obra de Clarice:    "A autora sucumbe ao peso de sua própria riqueza"  (cultural).    ... "livro desanimadoramente difícil de ler"..  (p.284)
     Sobre seu desapego a Deus:   "Acima dos homens, nada mais há."  (p.285)
     "Todos querem ter projeção sem saber como esta limita a vida."    ... "o que eu queria dizer, já não posso mais".   (p.360)
     Cazuza leu 111 vezes o livro Perto do Coração Selvagem.    Cita o biógrafo: "O livro inspirou paixões".   (p.457)
      "Que ninguém se engane.  Só consigo a simplicidade através de muito trabalho"   (p.479)
     Dica de Clarice para uma menina que gostava de escrever:   "Escreva em prosa... ninguém edita comercialmente livro de poesias".   (p.480)
     Sobre seu cão Ulisses:   "É um cachorro muito especial... é um pouco neurótico".   (p.482)
     Perto dos 47 anos de idade, que não chegou completar:     Em carta para o intelectual católico Alceu de Amoroso Lima (o Tristão de Athaide):   "Eu sei que Deus existe".

     Há material anotado para mais uns dois capítulos no blog, sobre detalhes do Brasil, do Jornalismo no Brasil (ela militou na área), da Guerra e na Diplomacia.   Vejamos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário