Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

sábado, 2 de abril de 2011

VIAGEM A BUENOS AIRES E UM TOUR PELA CAPITAL

                                            Foto de Poliana Lisboa  


      Dias atrás, tiramos uma mini férias de cinco dias, de quinta a segunda, e fomos dar um giro a passeio por Buenos Aires.   Antes de viajar, compramos um folheto com o roteiro da cidade e ao chegar, fomos visitando os lugares programados.    Levamos um notebook para ir de vez em quando conectando na internet para conseguir mais detalhes dos lugares a visitar, o que foi muito útil, por sinal.    Buenos Aires é uma cidade enorme, antiga, bonita, bem cuidada, com metrô há mais tempo que o Brasil eu acho.      
     Quando a gente fala de uma viagem de cinco dias, bom destacar que efetivamente sobraram mesmo três dias para passeio e os dois outros foram o dia da ida e da volta, que envolvem a gente na viagem ao aeroporto, ida a São Paulo, mudar de aeroporto, voar até B.Aires e descer no aeroporto internacional Ezeiza que fica distante uns 45 km da cidade e enfrentar o trânsito para chegar ao centro e dar entrada no hotel.   Mas nos três dias de passeio, bem programados deu para visitar teatro com tango da melhor qualidade  (Teatro Astor Piazolla), monumentos como o Obelisco na Avenida Nove de Julho, uma das mais amplas avenidas da América Latina, o Museu  Malba que é dono do quadro Abaporu, da brasileira Tarcila do Amaral, a Casa Rosada (palácio do governo), a Calle Florida, o estádio La Bombonera (do Boca Juniors), o Puerto Madero, El Camiñito, o lindo parque chamado Roseal (com lindas roseiras, gramados, lagos artificiais, tudo muito bem cuidado.
     No estádio do Boca, que é num lugar meio apertado e por isso o estádio é bem alto, tem na sua calçada a chamada calçada da fama, com as marcas dos pés de jogadores que foram destaque no país, como Teves, Riquelme, Palermo, Maradona.     O curioso que havia um círculo para a marca do pé do Maradona, mas ainda sem a marca.    Ele por alguma razão ainda não inaugurou sua pegada no pedaço, apesar de ter na entrada do estádio até uma estátua de bronze, tamanho natural, dele em uniforme de futebol.    
    Voltaremos a mais detalhes da viagem em outro capítulo.   

2 comentários:

  1. =)
    adorei o post....temos que voltar em buenos aires outras vezes!!!
    bjo pai!

    ResponderExcluir