Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

segunda-feira, 16 de julho de 2012

ENSACANDO O BIOGÁS


ENSACANDO O BIOGAIS

Eu tenho minha porcada
Toda tratada no bico
Pra ela não falta nada
E eu tentando ficar rico

Tava indo tudo bem
Até que chegou um dia
Que uma notícia me vem
Que eu estava numa fria

Falaram do efeito estufa
Do metano e o escambau
Eu não entendo bulufa
Desse gás que é do mau

Ainda pra assombrar
Disseram do tal nitrato
Que se meu suíno urinar
Vai pra água do regato

Veio lá um sabichão
Disse que tudo tem jeito
Trouxe um projeto na mão
E a fatura do feito

Diz que eu tinha que montar
Um tal biodigestor
Que o gás ia fabricar
E o esterco ia ter valor

Você encana o esgoto
Para a lagoa coberta
Forma gás feito arroto
Pra vender com renda certa

Eu nem acreditei
Mas não sou de amarelar
Fiz a lagoa e montei
A lona pro gás estocar

Conforme enchia a lagoa
A lona foi virando um balão
Vi que não foi à toa
Eu achei a solução!

Foi formando o biogás
Que um gerador ligeiro
Agora a energia é quem faz
O esterco virar dinheiro

Se o esterco era um limão
Que azedava a Natureza
Agora é refri do bom
Esse gás é uma beleza!

Eu passei a acreditar
Que o uso da Ciência
Pode nos ajudar
A resolver a pendência

A engenharia estudou
Os problemas do produtor
Siga o conselho que eu dou
A Ciência tem muito valor!



Autor:   Eng.Agr.Orlando Lisboa de Almeida      - Maringá – PR

    
             orlando_lisboa@terra.com.br   
                                      13-07-2012





Um comentário:

  1. adorei papito!!!!!!!!!!!!!!!
    vc realmente tem mto talento pai, parabéns :-)
    viva o cordel do biogás

    ResponderExcluir