Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

TURISMO EM OLINDA – PERNAMBUCO – CIDADE HISTÓRICA



Fotos da caçula Sonia Forsetto.   1 - Igreja N.Sra.do Carmo.   2 - Catedral.   3. artista popular local

     A cidade de Olinda, que fica vizinha de Recife, na verdade atualmente é uma cidade populosa (ao redor de 400 mil habitantes) e tem um centro histórico beira mar com um casario colonial majestoso e muito bem conservado em geral.    Visitamos a cidade em agosto de 2014.     Estávamos hospedados num hotel na Praia de Boa Viagem em Recife e de lá optamos por ir de ônibus urbano até Olinda que é pertinho.
     Logo na chegada ao local já se vê a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, numa pequena elevação do terreno, com gramado em volta e em plena missa no momento da visita.   A igreja é de 1721.   A torre do sino fica do lado esquerdo de quem olha a fachada frontal da igreja.
     Em seguida, subimos a Ladeira da Misericórdia que é calçada com pedras irregulares (grandes) típicas da época do Brasil Colônia.
     No topo da subida da ladeira, à esquerda, a Igreja da Misericórdia – Nossa Senhora da Luz.     A igreja original do lugar era de 1599.    Foi incendiada na ocasião da luta dos portugueses para expulsar os holandeses que ocuparam a região por 24 anos entre 1630 a 1654.    O foco do interesse dos holandeses era o comércio de açúcar já que na região chegou haver na época da colônia, ao redor de 160 engenhos de açúcar.     A atual igreja de Nossa Senhora da Luz é de 1654, após a expulsão dos holandeses.  
     Academia Santa Gertrudes (1930)   Um prédio amplo ao lado direito da igreja de S.Sra.da Luz.   Ao que parece foi uma escola.
     Igreja e Convento N.Sra.da Conceição  -  próxima da igreja anterior, no lugar mais alto do centro histórico, de onde se vê a cidade e o mar.   Uma vista muito linda.   A igreja original naquele lugar é do século XVI e foi incendiada pelos holandeses em 1631 e depois restaurada.   No local se alojam freiras e é um dos primeiros conventos de freiras do Brasil.   Olinda é uma das cidades mais antigas do Brasil.
     Observatório Astronômico do século XIX -  Consta que o astrônomo Emmanuel Leais descobriu um novo astro em 1860 e a descoberta leva seu nome.
     Catedral da Sé – Catedral de Bom Jesus do Senhor Morto -  A primeira igrejinha no local foi construída em taipa de pilão entre 1534 e 1540.   A taipa não é durável e logo se deteriorou .   Foi edificado no local uma igreja maior, mas foi destruida no conflito com os holandeses.   Depois foi reconstruída num processo lento e foi concluída no século XVIII.      Dentro desta catedral há túmulos de vários religiosos, inclusive Dom Helder Câmara que foi um bispo nordestino que muito se destacou na época da resistência à Ditadura Militar de 1964.
     Almoço imperdível no pequeno restaurante de fundo de quintal chamado Casa de Noca.  Prato típico:   macaxeira (mandioca) cozida, carne de sol, queijo de qualho grelhado e manteiga de garrafa.  Uma delícia sem tamanho.
     Casarão antigo de esquina ao lado da igreja de São Pedro.   É de 1850 e chegou a hospedar o Imperador Pedro II em visita à região segundo consta.
     Igreja de São Pedro  - a particularidade da igreja é que há duas janelas dos lados do altar mor que não ficam visíveis do centro da igreja, mas entra a claridade no altar dando uma visão interessante.  
     Prédio da Prefeitura que já foi palácio de governo após 1656.  
     Casa pertencente ao cantor Alceu Valença que passa temporada por lá.  Fica na Rua São Bento, perto da prefeitura.
     Ruína do Senado, datada de 1710.   Fica perto da praça Laura Nigro.
     Mercado da Ribeira  -  Um centro de artesanato com sala onde ficam expostos bonecos gigantes usados no carnaval local.   O prédio é do fim do século XVII e no pátio do mesmo havia chafariz e pelourinho (tronco para castigar escravos).
     Mosteiro de São Bento  - O prédio original do mosteiro é do século XVI.   É o segundo mosteiro beneditino no Brasil.   Foi por 24 anos a primeira Escola de Direito do Brasil.   Teriam estudado nela entre outros Tobias Barreto, Castro Alves e José de Alencar, segundo o guia.   O prédio é amplo e muito bonito.   Ainda segundo o guia, um quadro de São Sebastião, de autor desconhecido, seria uma das obras de arte sacra mais caras do Brasil.
     O altar mor foi restaurado em 2001 e chegou a ser desmontado em seus 19 módulos para a restauração que durou 8 meses.   O conjunto do altar pesa ao redor de 14 t e após restaurado, foi enviado para um evento de arte sacra barroca (em 2001, após o 11 de setembro) para NY onde ficou exposto e foi inclusive premiado.
     Igreja de São Sebastião (em restauro) é de 1686.   Fica numa esquina.  É pequena.
     Largo do Viradouro e o Mercado Eufrásio Barbosa   - um prédio amplo, bem conservado e bem antigo.
     Há em Olinda mais uma série de igrejas do tempo colonial, assim como há muita história sobre o local, mas num dia o que deu para visitar e contemplar foi isso e valeu a pena.

    

     

Um comentário:

  1. Parabéns Mestre Camarada. Muito bom ler suas histórias.
    Abraço.
    Cesidio.

    ResponderExcluir