Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

domingo, 10 de fevereiro de 2013

MACEIÓ (AL) - PRAIA DO FRANCÊS

           crédito da foto:  www.guiamaceio.com

     Na semana de tour por Maceió e região, nossa primeira praia visitada foi a Praia do Francês.    A praia é maravilhosa e tem algumas características a saber.    Fica perto da capital, tem um rio que desagua no mar à direita da foto e dá para ver pela cor da água doce se misturando com a água do mar.     Se enxerga à frente, a formação de arrecifes ou recifes, que são rochas formadas ao longo de muitos anos por mariscos que vão ficando formando colônias ao ponto de aflorarem acima do nível do mar.    Notar que as ondas do mar quebram nos arrecifes e  o local onde ficam os banhistas tem ondas bem fracas pela proteção que os arrecifes fornecem.      
     As ondas que quebram nos arrecifes borrifam formando véus brancos de espuma o tempo todo.  Um espetáculo à parte.
     Há curtos passeios de barco à margem dos arrecifes, sendo que os barcos tem uma parte transparente no fundo e os turistas vão vendo o fundo do mar nessa área que é bem rasa e dá para ver alguns exemplares de peixes, moluscos, etc.   
     Há para alugar, aquelas máscaras simples com proteção para os olhos e um pequeno canudo para respirar o ar de fora da água.   A pessoa fica boiando no lugar bem raso, de água limpa e consegue assim ver peixinhos nadando em seu ambiente natural.     Tem gente (como eu) que quase não sabe nadar, mas com jeito dá para boiar num lugar, digamos, de menos de um metro de profundidade, com segurança e podendo ver a beleza da fauna local.
      Boa estrutura de lanchonete com refeição, lanches, sombra e  água fresca.   Tudo de bom.
     Conta o guia que à direita da Praia do Francês, no tempo da colonização francesa na região, eles construíram perto dessa praia um casarão com rochas retiradas dos arrecifes.     O casarão seria um paiol para guarda de armas e munições.     Para que curiosos nativos nem passassem perto do local, espalharam a notícia de que lá havia um leprosário e que eram trazidos leprosos da Europa para ficarem por lá.     A turma nativa passava longe do lugar, afinal a lepra (Mal de Hansen) no passado era um verdadeiro bicho papão e quem a contraia, era separada da vida social.
     Resumindo a ópera:     A Praia do Francês é linda e maravilhosa e entramos com o pé direito nas praias de Maceió-AL.    Recomendo!

             orlando_lisboa@terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário