Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

terça-feira, 30 de março de 2010

RAPA COCO - UM RESGATE DO FUNDO DO BAÚ



Era tempo de eleições para prefeitos e vereadores e eu andava lá pelo Norte Pioneiro a serviço. Quando passava por Abatiá e almoçava naquela cidade, meu ponto preferido era o Restaurante do Seo Hilário, nordestino dos velhos tempos. Certo dia eu estava por lá com uma máquina fotográfica à tiracolo e contei para o Seo Hilário que estava fotografando os muros com os nomes mais esquisitos dos candidatos locais. Nos tempos de Umuarama, tinha até o Mira Perdida. E em Abatiá, tinha o Rapa Coco. Quando contei do Rapa Coco para o Seo Hilário ele riu e disse: Ochê! Fui eu que botei esse apelido no rapaiz! Antes que eu perguntasse ele logo explicou. É que na minha terra natal, lá na Paraiba de antigamente, quando eu era menino, quem mandava na política eram os coronéis. Ninguém tinha coragem de peitar os tais. Mas lá pela capital com o tempo começou surgir uns cabrinhas miúdos, com as manguinhas de fora, tentando fazer campanha para candidato que era contra os coronéis. Quando esses arraias miúdas eram pegos, levavam uma enorme surra, a mando dos coronéis e ainda por cima rapavam o coco deles para servirem de gozação pela comunidade. Onde já se viu querer ir contra o coronel!!!!
Por tudo isso dá para sentir a luta que é para se conquistar um pouco do direito de exercer a cidadania por pessoas de poucas posses e que lutam com seus ideais, às vezes contra enormes grupos de interesse que são um verdadeiro rolo compressor.
Abração, Seo Hilário!!!

2 comentários:

  1. Tenho o blog mas não tenho conseguido colocar comentários no meu blog e no de terceiros. Acho que deveria ser mais fácil essa tarefa.

    ResponderExcluir
  2. Orlando, gostei dessa do rapa côco.
    Abraços e parabens.

    ResponderExcluir