Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

sábado, 17 de julho de 2010

UMA AMENIDADE, QUE NINGUÉM É DE FERRO!

     Tenho um amigo que é uma figura em especial.   Trabalha na área de vendas externas, viajando pelo Paraná afora.  Um craque em comunicação e sempre muito bem humorado.   Sempre tem piada nova e a própria dinâmica do trabalho também "cria" umas quase piadas.    Veja o caso em que ele foi protagonista e não se intimidou de contar pra gente.    (vou falar do milagre que é o que interessa, e vou preservar o santo!).    - Contei para um amigo aqui de Maringá, que o filho de um clientão meu do ramo de supermercado lá de Umuarama-PR tem um jipão com rodas especiais "deste" tamanho, mais de metro!  Pois o que ouviu essa, acho que depois de umas cervejas, logo duvidou e não arredou pé.   Não acredito, teria dito e "bidito" e "tridito".    - Ah, é?   Espere e vai ver - disse meu amigo viajante.   
    Na próxima ida a serviço em que ia passar por Umuarama, levou a tiracolo uma maquininha fotográfica a não achou trabalhoso ver o jipão e tirar várias fotos, inclusive com ele do lado para comprovar que não era foto tirada da internet.    Agora sim, tinha a faca e o queijo para esfregar a verdade na cara do petulante que ousou duvidar dele, numa dessas prosas de "filósofos de boteco", numa mesa de bar.
     Tudo bem.  Prova na mão e agora era encontrar o turrão e esfregar a foto na cara dele.   Só que houve aí um imprevisto.    Faz algum tempo que ocorreu a turra e eu não me lembro mais quem era o turrão...  e fiquei sem poder esfregar a foto na cara dele.
     No teatro da vida, com comuns mortais anônimos assim, sempre está acontecendo "cada uma que parece duas" com se dizia na minha Cerquilho - SP de um (bom!!) tempo atrás.

2 comentários:

  1. Eu já esqueci da rusga que ia cobrar satisfação, mas esquecer de quem cobrar é coisa mais rara.

    até Orlando!

    Cae

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkk, esse caso eh engraçado!!!!

    ResponderExcluir