Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Viagem de Trem - Colônia a Frankfurt - cap. II



A distância entre Colônia e Frankfurt não é tão longa. Fizemos o percurso de trem, que por lá é uma ótima opção de transporte. Para quem gasta em euro e ganha em real, custa um pouco caro, mas fazer o quê? O euro na época (janeiro-2009) estava bem mais salgado que agora, janeiro de 2010.
Por falar em euro, lá em Frankfurt tem um monumento moderno com o símbolo do euro em tamanho enorme.
A cidade é muito bonita e tem prédios históricos e igrejas antigas, compartilhando a paisagem urbana com arranhacéus modernos, com fachada de vidro.
A cidade é banhada pelo rio Maine, o que dá um toque especial à paisagem, com as pontes em vários lugares pela cidade. Barcos cheios de turistas atracando pela cidade.
Visitamos no centro velho uma praça onde tem duas igrejas muito antigas e uma construção que num passado remoto foi uma prisão, com piso de pedras justapostas e tudo o mais. Consta que para preservar o prédio, este foi desmontado totalmente e depois reedificado na forma original em outro espaço, ao lado da praça histórica.
O prédio da Ópera de Frankfurt é muito imponente e à noite, havia spots de luz de um tom meio amarelado, realçando a beleza do prédio.
Fomos visitar também o Museu Stadel, um dos que há na cidade. Tem nesse museu obras de arte da europa do século XV em diante, passando pelos grandes mestres da pintura da Alemanha, Holanda, Itália, Espanha e muito mais. Tudo muito bem distribuido pelas diversas alas do museu. Valeu a pena a visita.
No próximo capítulo vamos falar da pequena e histórica Koblenz (tem mais de dois mil anos) e fica no local onde o Rio Mosela desagua no Reno.

Um comentário:

  1. eles costumam dizer q frankfurt eh a "Mainhattan", por causa dos prédios altos e tom moderno da cidade ;-)

    ResponderExcluir